terça-feira, 31 de maio de 2011

Palavra que exorta os apostatados

O áudio abaixo é uma exortação para todos os que apostataram do verdadeiro evangelho. E também um alerta muito importante a todos os filhos de Deus para permanecer firme na nossa única esperança. E a NOSSA ESPERANÇA está ansiosa por Ele. Volta logo Senhor Jesus!!!!!!

Você teme o que Paulo temia? - Josemar Bessa

segunda-feira, 30 de maio de 2011

RESPOSTA à cogitação de um telespectador quanto ao programa De Volta à Palavra exibido no dia 14 de maio de 2011.



Sobre o LADRÃO referido por Jesus em João 10:10 [N O V O]



Em Provérbios 9:10 está escrito: “O temor do Senhor é o princípio da sabedoria, e o conhecimento do Santo é prudência”. Quão pertinentes são estas palavras. O homem que julga ser sábio, este TEME ao Senhor e BUSCA conhecê-lO. Isto certamente o faz um verdadeiro servo: alguém que, por temer a Deus, submete-se somente à Sua vontade. Mas, como conhece-lO, isto é, como conhecer o Santo, senão por intermédio de Sua Palavra, a Bíblia Sagrada?

Este é o ponto essencial de minha insistência com os filhos de Deus. A Bíblia Sagrada é a Palavra de Deus e, como tal, a única base segura para todos os que desejam servi-lO de acordo com a Sua vontade. Quando se trata do assunto em questão, isto é, de falsos pastores e líderes no meio do povo de Deus, não podemos agir passionalmente, movidos por força de paixão cega. Antes, se queremos de fato alcançar a sabedoria, como diz o texto citado, é necessário o CONHECIMENTO DE DEUS, em Sua Palavra. Por isso, convido-te à Escritura, para então sabermos da própria Palavra qual o caminho seguro, isentos de opiniões humanas, que nos levará a agirmos como verdadeiros servos e servas do Altíssimo. Para tanto, tomaremos de seu próprio texto, com o fim de compararmos à Bíblia. Assim, saberemos discernir entre o que é opinião humana e o que é a verdade de Deus em Sua Palavra.

1) Sobre o LADRÃO referido por Jesus em João 10:10:

A identificação do ladrão com os falsos pastores não é uma interpretação particular. Antes, é isso o que é afirmado categoricamente pelo contexto de João 10. Se o lermos cuidadosamente, verificaremos como que o próprio Jesus dá a interpretação dizendo: “Em verdade, em verdade vos digo, O QUE não entra pela porta no aprisco das ovelhas, ESSE é LADRÃO E SALTEADOR”. Veja, meu sincero irmão, que o ladrão e salteador, segundo o próprio Cristo, não é o diabo, mas aquele que não entra pela porta; antes, SALTA o muro para ROUBAR: por isso é chamado de salteador e de ladrão.

No versículo oito deste capítulo, o Senhor mais uma vez declara a identidade do ladrão, dizendo: “TODOS QUANTOS VIERAM ANTES DE MIM são ladrões e salteadores; mas as ovelhas não lhes deram ouvidos”. Essa é uma clara evidência de que Jesus se referia às autoridades religiosas do judaísmo do Seu tempo. Referia-Se, pois, aos pastores de Israel, que, segundo Jesus, eram verdadeiros mercenários, conforme se lê: “O mercenário, que não é pastor, a quem não pertencem as ovelhas, vê vir o lobo, abandona as ovelhas e foge; então, o lobo as arrebata e dispersa”

Neste ponto, Jesus explica o porquê chama os pastores infiéis de Seu tempo de ladrões. Porque são mercenários. Trabalham, não pelas ovelhas, mas por causa do dinheiro. São ladrões porque usurpam as ovelhas que não lhes pertencem, como diz o texto sagrado – A QUEM NÃO PERTENCEM AS OVELHAS.

Este é um princípio estabelecido pelo próprio Senhor da igreja. O rebanho, isto é, a igreja, não pertence aos pastores; mesmo aos verdadeiros pastores. Antes, como diz a Escritura, a igreja é o REBANHO DE DEUS QUE ELE COMPROU COM SEU PRÓPRIO SANGUE (). De sorte que, todos quantos não cumprem com a sua incumbência de cuidar do rebanho de Deus, segundo o modelo contido nas Escrituras, são semelhantemente mercenários.

Não assumimos aqui a posição de juiz, julgando a quem quer que seja pelo nome. Apenas afirmamos o que declara a Palavra de Deus. Aqueles que se veem enquadrados nesta apostasia que se julguem a si mesmos. Pois assim nos ordena o apóstolo Paulo: “Prega a palavra, insta, quer seja oportuno ou não, corrige, repreende, exorta com toda longanimidade e doutrina. Pois haverá tempo em que não suportarão a sã doutrina; pelo contrário, cercar-se-ão de mestres segundo as suas próprias cobiças, como que sentido coceiras nos ouvidos; e se recusarão a dar ouvidas à verdade, entregando-se às fábulas” ().

2) Sobre o haver ou não importância se o ladrão refere-se a homens ou ao diabo:

Quando você diz não ser importante discernir se o ladrão é o diabo ou o homem, parece-me não se importar com o ensinamento de Jesus. Se Cristo discorre sobre este assunto, ensinando-nos sobre a relação contrastante entre Ele – o Bom Pastor – e os mercenários – os falsos pastores a quem não pertencem as ovelhas –, direi eu que pouco me importa saber quem é o ladrão? Como poderíamos fugir dos inimigos do rebanho de Deus se não os conhecemos? Como poderemos lutar se não conhecemos os nossos inimigos?

É por essa razão que, ao contrário do que diz o texto, muitas ovelhas de Cristo têm seguido vozes estranhas, por não discernirem que muitos dos que de nós se aproximam são verdadeiros mercenários, que não poupam o rebanho de Deus ().

3) Sobre o falar mal contra uma autoridade instituída por Deus:

Essa é uma grande verdade bíblica. Todavia há duas considerações a serem feitas: o respeito às autoridades em contraste à responsabilidade de se pregar e ensinar a verdade; e, a identificação de uma verdadeira autoridade estabelecida por Deus, diante de uma avalanche de falsos líderes que reivindicam para si esta atribuição.

Não pense você que todos os que se chamam pastores são instituídos por Deus. Lembre-se das palavras de Jesus Cristo: “Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu pai, que está nos céus. Muitos, naquele dia, hão de dizer-me: Senhor, Senhor! Porventura, não temos nós profetizado em teu nome, e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então, lhes direi explicitamente: NUNCA VOS CONHECI. Apartai-vos de mim, OS QUE PRATICAIS A INIQUIDADE” ().

Ora, estes que fizeram muitos milagres, que expulsaram demônios e que profetizaram em nome de Jesus NUNCA FORAM CONHECIDOS POR Ele. Não que o Senhor não soubesse quem eram eles. Mas assim disse o Senhor para se referir ao fato de que nunca foram eles enviados por Jesus, ainda que tenham realizado tantas obras em Seu nome. (Agora imagine quantos não os seguiram pensando que eram eles verdadeiros pastores do rebanho, quando na verdade, eram homens perversos que PRATICAVAM A INIQUIDADE). Não é sem razão que Jesus, não poucas vezes, advertiu Seus discípulos contra os falsos profetas que viriam em Seu nome, operando grandes sinais e maravilhas. E como que querendo deixa-los despertos a fim de se certificarem da veracidade dos eventos proféticos quando por ocasião de seu cumprimento, dizia: “Vede que vo-lo tenho predito” ().

Por outro lado, mesmo diante de verdadeiros pastores de Deus, não podemos nos calar diante de seus erros, em nome do respeito que lhes é devido. Uma coisa é o respeito, outra a omissão daqueles que, covardemente, se recusam a falar a Palavra de Deus. Ao longo de toda a história bíblica, nos deparamos com profetas de Deus que falaram dos erros de homens instituídos pelo Senhor. É o caso de Elias diante de Acabe, rei de Israel; de Moisés diante de Faraó, rei do Egito; de Natã diante de Davi, rei de Israel; de Pedro e João diante das autoridades de Jerusalém; e mesmo de Paulo diante do apóstolo Pedro quando este se tornou repreensível no trato para com judeus e gentios, quanto à prática da lei e o exercício da fé.

No caso de Arão e Miriã, em Números 12, que se insurgiram contra Moisés, não era ali uma atitude em prol da verdade de Deus. Antes, tratava-se de rebelião contra a autoridade delegada por Deus. Não é isso, todavia, o que temos feito. Não nos insurgimos contra nenhum pastor ou líder, em particular, ou a qualquer outro que seja. Antes, advertimos a todo homem, servo de Deus, que busque em Sua Palavra o modo agradável de servi-lO; não segundo os homens, mas segundo a Sua Palavra. Não é isso porventura o que nos ensina o apóstolo Paulo? Conforme está escrito: “Porventura, procuro eu, agora, o favor dos homens ou o de Deus? Ou procuro agradar a homens? Se agradasse ainda a homens, não seria servo de Cristo” ().

Vemos, portanto, que o falar com ousadia contra toda forma de corrupção e degradação no meio do povo de Deus não equivale a atitudes de rebelião direta contra aqueles a quem o Senhor estabeleceu. Trata-se de duas coisas diferentes. Natã falou contra os pecados de Davi, sem, contudo, se rebelar contra ele. Paulo denunciou o erro de Pedro, e isso face a face, sem com isso desrespeita-lo. Pois desta forma instruiu o apóstolo Paulo, dizendo: “Porque existem muitos insubordinados, palradores frívolos e enganadores, especialmente os da circuncisão. É PRECISO FAZÊ-LOS CALAR, porque andam pervertendo casas inteiras, ensinando o que não devem, por torpe ganância” ().

4) Sobre o fato de os pastores serem homens, e, como tais, estarem sujeitos ao erro:

Este tem sido um dos mais comuns argumentos daqueles que procuram se esconder e esconder aqueles que andam contrariamente às Escrituras. Pois, o que nos diz a esse respeito a Palavra de Deus? Leiamos: “Porque é INDISPENSÁVEL que o bispo seja IRREPREENSÍVEL COMO DISPENSEIRO DE DEUS [...] APEGADO À PALAVRA FIEL, QUE É SEGUNDO A DOUTRINA, de modo que tenha o poder tanto para exortar pelo RETO ENSINO como para convencer os que o contradizem” ().

Errar no trato para com as Escrituras é simplesmente inadmissível. O que temos feito mediante o programa de televisão, De Volta à Palavra, não é o denunciar os erros dos pastores, que, enquanto homens, estão sujeitos a cometer. A denúncia, que é geral, e não particular, restringe-se aos escândalos doutrinários e aos procedimentos desviados da verdade de Deus.

A Bíblia Sagrada nunca nos mandou ser indiferentes diante da apostasia, e com ares de humildade e obediência, seguirmos cegamente os que em nome de Deus falam mentiras. Pelo contrário, o apóstolo Paulo nos exorta dizendo: “Nos últimos dias os homens seriam [...] mais amigos dos prazeres do que amigos de Deus, TENDO FORMA DE PIEDADE, negando-lhe, entretanto, o poder. FOGE TAMBÉM DESTES ().

Veja como o apóstolo fala a respeito daqueles que tendo forma de piedade não possuem, entretanto, o poder energizante da nova vida em Cristo, que os fazem proceder de acordo com o evangelho. Estes se parecem piedosos, mas suas práticas não condizem com seu discurso vazio e destituído de verdade. DESTES, diz o apóstolo dos gentios, FOGE. Esta é a ordem, imperativa, do Senhor aos Seus servos. Nunca, entretanto, nos aconselha a Sua Palavra uma atitude passiva, covarde, escondida por detrás de uma obediência explícita aos homens, enquanto que a verdadeira obediência, devida somente a Cristo, é negligenciada e rechaçada como se fosse coisa de somenos importância.

5) Sobre o diabo, que não prega a Palavra de Deus, em contraste ao pastor (homem de Deus) que o faz:

Vejo nisso outro grande sofisma, alimentado muito mais por paixão do que por conhecimento real das Escrituras. O diabo não raras vezes fala a Palavra de Deus com sofismas, com intuitos e interesses de engano maior. Lembra-se do espírito maligno que Paulo repreendeu de uma menina? Lembra-se do que afirma a Escritura, de como dia após dia, sempre que o apóstolo Paulo subia a pregar a Palavra de Deus, o espírito falava e testificava, dizendo: “Estes homens são servos do Deus altíssimo e vos anunciam o caminho da salvação” (). E o que fez o sábio apóstolo? Talvez tenha respondido, dizendo: “não há problema nisso. Quem conosco não espalha, ajunta”. NÃO. MIL VEZES NÃO. Antes, voltando irritado para o espírito imundo, vociferou: “Em nome de Jesus Cristo, eu te mando: retira-te dela [...]”.

Lembra-se também de como o próprio satanás recitou para Jesus parte do Salmo 91, sem retirar nem adicionar palavras? E com qual intuito o fez senão o de corrompê-lO e fazê-lO seu escravo, como assim fez ao primeiro homem no jardim? (). Cuidado. Pois muitas vezes satanás se transforma em anjo de luz, e os seus ministros, os obreiros fraudulentos, se apresentam como ministros da justiça ().

A nossa única salvaguarda está na Bíblia Sagrada como um todo. Ao ouvir os pregadores precisamos nos certificar de que falam somente a Palavra de Deus, e não as misturam em suas convicções equivocadas. Tais misturas constituem sofismas.

Ao escrever a Timóteo, Paulo afirma que o HOMEM DE DEUS, como costuma chama-lo em suas duas epístolas (), deve manter-se na sã doutrina, não se ocupar com fábulas e genealogias, possuir coração puro, boa consciência e fé sem hipocrisia (). Se há, porventura, homens de Deus que não estão de acordo com essa verdade não podem ser chamados de homens de Deus. Senão que tão somente podem ser chamados de HOMENS DE DEUS QUE NÃO SE APÓIAM EM TODA A VERDADE. Estes, entretanto, são chamados à sobriedade (), ao arrependimento e ao abandono das doutrinas caídas ().

Considere estas coisas à luz da Palavra de Deus. Se quiserdes refutá-las, faça-o pela mesma Escritura, conferindo a verdade, não pelos achismos, mas pela verdade verificável nas páginas da Bíblia Sagrada.

Em Cristo,

Bispo Alexandre Rodrigues

Jesus: o bom pastor (14/05/2011)

sexta-feira, 6 de maio de 2011

"Está chegando a hora final"

"Está chegando a hora final"

Está chegando a hora final e o fim da era da igreja neste mundo. Já podemos ouvir o tic tac do relógio espreitando só o tempo do ultimo escolhido de Deus tomar consciência do seu chamamento. Todas as nações, tribos e línguas já sabem e conhecem a história de Jesus Cristo. O evangelho verdadeiro está alcançando os eleitos do mundo inteiro e cada um no seu tempo e momento. Nenhum irá se perder, pois é o próprio Deus que os ajunta e os justifica. Só resta agora a ultima batida do relógio e o ultimo eleito para o arrebatamento ser notícia neste mundo louco. Todo o sistema mundano e caído sentirá que alguma coisa aconteceu e que pessoas desapareceram em um piscar de olhos. Será glorioso fazer parte do arrebatamento. Muitos acham que o evangelho de Cristo ainda não foi pregado a todas as nações, mas se enganam quem assim pensa. O verdadeiro evangelho é escasso, mas tem alcançado todos os escolhidos, pois Deus é Soberano e nada pode frustrar seus planos. Hoje olhamos para cristandade contaminada com o evangelho espúrio e deturpado onde Jesus não é o centro e sim as bençãos milagrosas é que são. Homens renomados e cheios de si e avarentos se achando o próprio Deus. Fazendo do evangelho uma mercadoria em que se pode adquirir riquezas e não almas. Os apóstolos do passado com poucos recursos levaram a palavra que nos alcançou até os dias de hoje. E hoje vemos que esses lobos que se dizem apóstolos são ricos e abastados mas não tem o compromisso com a verdade doutrinária. Corrompidos fazendo discípulos do próprio diabo.
Eliane Meyer

Um Grito de Liberdade


Um Grito de Liberdade
Voz da Verdade
Composição : Carlos A Moyses

Está chegando a hora final
Está chegando o fim deste caminho
O pó já se dissipa e eu posso ver a luz
No céu voltando Jesus

Lamento,sofrimento,choro e dor
São ecos que jamais retornarão
O dia vem raiando, vem chegando bem depressa
Minh'alma canta alto, faz o som sair prá fora

Um grito de liberdade, vai se estender ao céu
Com gritos de aleluia, milhões ao encontro de Deus
De todas nações,tribos e línguas
Voando bem alto e tão forte
São águias que são redimidas
Prá ver de perto Jesus

Um grito de liberdade, um grito de liberdade
O que parecia um sonho, tornou-se realidade

Um grito de liberdade, um grito de liberdade
O que parecia um sonho, tornou-se realidade

terça-feira, 3 de maio de 2011

ARREPENDIMENTO. Nossa Única Esperança! - David Wilkerson

A doutrina de Deus é a doutrina que você defende e segue?


A doutrina de Deus
http://www.devoltaapalavra.com.br/revelacao.asp
Veja o texto:O Casamento do Coelho com a Galinha

O Casamento do Coelho com a Galinha

“A hora é de escuridão, quem gritará no meio dela? Quem soará o alarme?” (Ezequiel 3. 17)

A MORTE DE BIN LADEN

O SENHOR PROCURA OS SEUS ATALAIAS

Por: Josué Martins dos Santos - Via Facebook
Postado aqui com a devida autorização do autor

“A hora é de escuridão, quem gritará no meio dela? Quem soará o alarme?” (Ezequiel 3. 17)

Queridos irmãos, os dias serão difíceis, muitas oportunidades, porém, muitos perigos.

Os atos de terrorismo estão crescendo, a igreja em todo o mundo será forte alvo de perserguição.

É preciso aumentar a sua capacidade para as batalhas espirituais que se estão por vir.

O que fazer?
1. Leia, estude e medite na Palavra de Deus (nao é possível compreender um cristão que nao lê a sua Bíblia, alguns não o fazem a muito tempo).

2. Leia a 2ª carta de Paulo a Timóteo 10 vezes, procure encontrar no texto as recomendações do apóstolo Paulo (apóstolo de verdade).
Por que devemos ler 2ª Timoteo?
Porque naquele período a igreja estava mergulhando em sua primeira crise, Paulo percebia um declínio na igreja depois de um período de Maturidade, há muitas dicas nesta carta de Paulo á Timóteo de como viver em um período de crise.

3. Ore todos os dias por você mesmo, para que você seja fortalecido na graça do Senhor Jesus - 2ª. Tm. 2:1.

4. Ore com sua família, pais orem com seus filhos, maridos orem com suas esposas, irmãos orem uns com os outros.

5. CUIDADO COM O EVANGELHO TRIUNFALISTA QUE AFIRMA QUE VAI MELHORAR, nao é bíblico, a bíblia diz claramente que vai piorar, o sistema vai piorar, o mundo vai piorar, sua vida de intimidade com Deus pode melhorar e você pode crescer em intimidade, Deus continuará abençoando áqueles que o temem e são fiéis a sua Palavra.

6. Economize! Reveja seu padrão de vida, gaste menos, abandone o que é desnecessário, faça provisão e trabalhe com previsão. PREVENTIVAMENTE.

7. Baixe o custo de todas as despesas que são possíveis.

8. Trabalhe fortemente para fortalecer os irmãos, se você ensina ou prega, pregue com poder, autoridade, seja ousado, ensine a Bíblia.

9. Se voce é pastor ou líder, prepare seu povo para estes dias, fale com franqueza, fale abertamente, fale que o arrebatamento esta próximo. SOE O ALARME, anuncie que o grande Dia do Senhor está á porta.

10. Seja puro, seja santo, fuja da imoralidade, não ande e não tenha comunhão com os que dizem ser cristãos e vivem de forma contrária aos princípios do evangelho.

11. Nao ouça pastores que são alcoolátras, imorais, que abandonaram a esposa.

12. CUIDE DE VOCÊ E DA SÃ DOUTRINA. (2ª Timóteo 4.3)

Por Josué Martins
A morte de Bin Laden - O Senhor procura os seus atalaias

Postado por Pr. Carlos Roberto às 23:07

segunda-feira, 2 de maio de 2011

O Desafio de Silas Malafaia " A semente de baal meu irmão"



"A semente de baal para comprar a casa no inferno"

Quem escuta esse desafio malafaia e semeia essa semente indigna não é um bobalhão. É apenas um apostatado igual ao que dita a tal regra no vídeo . O verdadeiro servo de Deus tem um ouvido aguçado e não entra num absurdo desse. Todos os que dão ouvido a isso é praticante do mal junto ao falador que não mais me engana dizendo ser um pregador do evangelho. Onde está o Senhor Jesus nesta pregação? Essa semente é de Baal! O deus desse que fala é o ventre que está gritando de fome por dinheiro. Ele vai colher a semente de baal e plantar na terra da ambição de cada um que plantou a indigna semente. O que vai ser colhido dessa semente pelos ímpios ou apostatados que ainda não receberam a verdadeira Palavra(JESUS) é vento de doutrina estranha. Infelizmente vão colher o vento do "nada" ou então receber "muito engano" para continuar enganado.
Eliane Meyer(Tenho nojo!)


Muito triste presenciar uma queda tão terrível do nosso irmão Silas!
Homem tão inteligente e estudado, mas infelizmente deixou o mundo
ditar as regras em seu coração.
Lamentável!
Acorda Silas!!!!!!!!
Veja o vômito:
Youtube:http://www.youtube.com/watch?v=1ypYALZvCBs&feature=related


"Acorda igreja para uma verdade"
Esses pregadores da teologia da prosperidade desafiam seus fieis súditos a todo instante a demostrarem fé. Fazendo da oferta uma barganha com Deus o tempo todo. Se foi o próprio Deus que deu a fé e sabe o grau de fé que cada um possui, porque temos que provar o tamanho da fé? Atente para a palavra de Deus e busque a verdade de Deus. E diga não as tolices de pregadores que buscam só o pão que perece.

Usar a passagem bíblica "faça prova de mim" para colocar Deus na parede e tentar argumentar que é bíblico fazendo desafio é o fim da picada! É prova cabal que não entende nada de bíblia e não conseguiu ver a nova ALIANÇA. Apostatado está quem assim procede.
Eliane Meyer
Esse vídeo do Paul Washer diz tudo.
"Igrejas Usando Meios Carnais Para Atrair Pessoas Carnais"